Mulher (Im)perfeita











Na boa, não tenho dó de pessoas que não sabem apreender com os seus próprios erros e seguem dia após dia dando murro em ponta de faca. Tá certo, tá certo,  ninguém é perfeito, eu também não sou, mas também não sou de dar tiro no meu próprio pé.

 Admiro mesmo é quem consegue apreender até com o erro alheio, sem sujar as mãos e sem beijar o chão, é amigos a lona é fria. Eu sei porque já estive lá!
  Tô cansada de ouvir reclamações dos mais variados tipos, o emprego tá ruim, meu limite estourou, minha mulher me largou, etc, etc, etc, sozinha com meus botões eu penso, e o que você vai fazer a respeito disso??  Será que não somos pelo menos em grande parte, responsáveis pela nossa própria felicidade, se não imediata, pelo menos a médio e longo prazo?
  Sei que muitas pessoas não vão concordar com o pensamento acima, tem gente que acredita em destino, predestinação, etc. sinceramente eu já sou mais o livre-arbítrio, resumindo e contextualizando: – Se não quer chegar no final da sua vida cheio de arrependimentos, mágoas e frustrações, QUE TAL COMEÇAR A FAZER AS COISAS CERTAS AGORA?

  Ahhhhhhhh e não me venha dizer que você não sabe qual é o certo, neste caso melhor consultar um analista ou clicar aqui. Construir algo, seja um relacionamento,  uma amizade,  uma carreira, realizar um sonho,  alcançar uma meta qualquer, EXIGE empenho, EXIGE dedicação, EXIGE  força de vontade, EXIGE respeito ( aqui cabe o próprio e pelos outros ), paciência, etc, etc.
  E exige também que você faça as escolhas certas, lembrando sempre da máxima A CADA ESCOLHA, UMA RENÚNCIA. E mesmo fazendo tudo certo, às vezes o caldo ainda entorna, imagine cagando no pau..
  Então vamos elucidar:  – É isso mesmo companheiro, se você escolheu dar seus pulos, jogar água fora da bacia, fazer de otária tua companheira de vida, então quando estiver velho e solitário, sem ninguém para esquentar seus pézinhos e mijando no urinol, procure lembrar-se dos relacionamentos que você sabotou ao longo da sua vida simplesmente por não conseguir controlar o próprio membro.
 Ok, ok peguei pesado, sei que eu devia ter compaixão, principalmente dos velhinhos nos azilos, sei que  muitos não merecem estar lá, mas quer saber, sei também que muitos também merecem.
 Olha só, esse texto parece revoltoso, mas ele foi escrito muito mais em prol dos errantes e como já dizia o ditado, (ahhh e como eu adoro um ditado popular): Errar é humano, persistir no erro é burrice.

Anúncios


  Desde o final da minha adolescência que venho lutando contra o maldito efeito sanfona, iniciava uma dieta e perdia 10 kilos, passava 6 meses e engordava 15/20 kilos, resumindo a história em 10 anos eu emagreci e engordei umas 5/6 vezes e sempre com um incrível efeito rebote, nesse meio tempo foram muitas tentativas frustradas de emagrecer, dietas mirabolantes, idas a endocrinologistas, remédios que deixavam meio doida (mais do que já sou!) quando finalmente cheguei no meu limite.  

  Digo isso por que penso que cada um tem um limite interior para uma situação que lhe desagrada, alguns são mais tolerantes, outros não, eu sempre fui muito permissiva comigo mesma, então o meu limite foi só quando após ter engravidado e dado a luz ao meu filhote e me vi com mais de 100 kilos na balança, sinceramente demorei um pouco para me dar conta de que dessa vez eu estava realmente muito gorda e precisava urgentemente fazer algo a respeito.

   Mas como eu não consegui amamentar direito (um dia farei um post também sobre isso) também não conseguia emagrecer, enfim cheguei a um ponto em que eu realmente estava me sentindo muito mal comigo mesma, caminhar era difícil, dormir, vestir, transar enfim minha auto-estima estava abaixo de zero.

   Foi então que decidi que iria emagrecer e que NUNCA MAIS voltaria a engordar, confesso que foi uma decisão difícil, seria bem mais cômodo me assumir como uma gordinha sexy, afinal depois dos 30 é tão mais difícil emagrecer e desculpas não faltam mas eu não queria engolir essa derrota contra a balança e decidi lutar.

   Uma vez a decisão tomada comecei a estudar o assunto e bendito seja São Google – informação é tudo – descobri lendo relatos de ex-gordinhos que para emagrecer PARA SEMPRE é preciso 3 coisas, comer bem (sim para emagrecer é preciso comer !!!!!!), fazer atividade física e ter apoio psicógico (motivação) a longo prazo, enfim a partir dai foi bem mais simples, decidi começar uma reeducação alimentar completa, participar de um grupo de apoio na internet através de um fórum gratuito e fazer academia.

   Bem em menos de 3 meses enxuguei 17 kilos, e começo a me sentir feliz novamente, é bom olhar no espelho e gostar do que se vê. Por isso resolvi escrever esse texto e compartilhar algumas dicas que têm funcionado comigo para quem estiver precisando de um incentivo para atingir o seu peso ideal.

1 – Não radicalize, você não conseguirá manter uma dieta restritiva por muito tempo, procure somente substituir alimentos muito calóricos, por similares, exemplo substitua o leite integral por desnatado, pão por torrada, a torta de morango pela gelatina light ou iogurte desnatado, o açucar pelo adoçante, o refrigerante pelo suco, ou refri diet etc.

2 – Coma de 3/3horas, nem que seja um suco, um iogurte, evite ficar muito tempo sem comer para não chegar com muita fome nas grandes refeições.

3 – Nas grandes refeições abuse das saladas e sopas e seja criativo (sempre como algumas torradas light junto c/ a sopa, pois percebi que dá uma sensação de saciedade maior devido a mastigação.) e se possível sempre comece a refeição por elas, assim se houver outro prato muito calórico, você não estará com tanta gana de comê-lo. Sobre a criatividade preocure sempre variar a alimentação para não enjoar, procure receitas light na internet e você irá se surpreender com a variedade,  lembre-se para emagrecer você precisa comer bem, comer saudável !

4 – Se tiver vontade de comer algo, coma ! Nem que seja um único pedaço, lembre-se não é um pedacinho que faz você engordar, é comer muito sempre!

5 – Faça atividade física, além de turbinar o emagrecimento, ela vai melhorar o seu humor e diminuir a ansiedade.

6 – Faça um diário e anote tudo que comer, esse exercício fará com que você tome consciencia da sua alimentação e diminua o número de escapadelas !

7 – Identifique e saiba driblar os “sabotadores de regime”, eles estarão sempre dispostos a convidar você para comer um doce, uma pizza, etc, etc, enfim quem está fazendo RA é você não eles, então que tal sugerir algo menos calórico?

8 – Compre uma balança e se possível se pese todos os dias, você verá que incrível é a variação de peso, enfiou o pé na jaca e não foi malhar + 200 gramas, fez RA e atividade física – 400 gramas, em um dia ! Esse é um fantástico exercício de conscientização afinal ninguém engorda 20, 30 kilos em um único dia, engordamos dia-a-dia, gramas e mais gramas, então percebeu que está engordando pé no breque.

9 – Apreenda a se auto motivar, faço pequenas metas de emagrecimento, Ex: vou eliminar 4 kilos em Abril, se conseguir (e vai conseguir) compre um vestido novo ou algo que lhe faça feliz.

10 – Não desista só por que enfiou o pé na jaca, enfim sempre acontece, um jantar magnífico com direito a repetir 2x e mais sobremesa, ninguém é de ferro, então simplesmente acorde cedo no dia seguinte e retome sua rotina, tome seu café RA e vá treinar, correr, andar, nadar, seja lá o que for, não esquente, como disse acima ninguém engorda 20, 30 kilos em um único dia. Ahh e se acontecer no almoço é mais simples ainda, fique sem jantar, faça uma refeição leve a noite e cama.

É importante saber que em uma caminhada tropeços vão acontecer, o que não pode é  cair e ficar deitada no chão, não deu certo hoje, amanhã vai dar e ponto.

Se essas dicas ajudarem uma única pessoa a ser mais feliz consigo mesma já terá valido a pena, e além disso escrever também ajuda a queimar calorias.

Forúm gratuito sobre emagrecimento: http://www.e-familynet.com/phpbb/entrando-em-forma-vf85.php

 



  Quem me conhece sabe que sou apaixonada por gatos desde criança, agora olhando para o passado vejo que tudo começou quando tinha por volta dos 7/8 anos e encontrei um pequenino gato preto (da sorte!) com magníficos olhos verdes fluorescentes em uma praça quando estava voltando da escola e o levei para casa, na época minha mãe não me deixou ficar com ele porque eu já tinha um coelho de estimação e ela achou que era demais para um apartamento. Mas quando olhei naqueles olhinhos mágicos algo me conquistou por completo e desde então eu  soube, meu coração é dos gatos.

  Hoje com 6 bichanos em casa cada vez mais admiro o espírito felino, a paz que eles tem, a quietude, mas principalmente a solitude. Os gatos para mim são os seres completos em sua existência, basta olhar para eles e você vai ver e sentir que eles estão bem com si mesmos, e por mais que o mundo esteja desabando sempre há tempo para uma sonequinha da manhã (da tarde, da noite….).

  Sempre achei estranho as pessoas não gostarem de gatos, afinal quem convive com eles sabe que eles não incomodam e quase não dão trabalho, raras exceções de gatas no cio miando em cima dos telhados madrugada a fora, mas ai o problema é mais do dono do que do bichano em si (e sempre é !) . Mas hoje entendo que o que a maioria tem é preconceito, sente mesmo é medo, das unhas, dos olhos, do mistério, e só uma pequena mas muito pequena mesmo, uma ínfima minoria realmente não gosta de gatos, sente inveja, sente ódio da beleza, da altivez, da independência, neste ponto penso que eles estão quites porque os gatos também não gostam de ignorantes.

  Mas sabem o que eu acho mais incrível é quando vamos em um zoológico, todos querem ver os grandes felinos, filas para ver leões, onças, tigres e depois saem por ai dizendo que odeiam gatos, dá pra entender?

  Outro dia uma tiazinha no ônibus estava falando mau de gatos, -bicho nojento- ela dizia, vestida numa blusa de oncinha do Torra-Torra, simplesmente ri, afinal ela pode tentar ter a pele, mas não poderá jamais ter a paz dos gatos, e ainda tem mais, os gatos são limpos, mais muito mais limpos e asseados que o seres humanos, não queria estar nem perto dessa tiazinha se ela ficasse 1 mês sem tomar banho.

  E tenho dito, vocês ainda vão me ouvir falar muito em defesa destes adoráveis seres ronronantes de quatro patas, por que todos os gatos são lindos e merecem ser respeitados, assim como todos outros animais, não gosta de gatos?

É simples, deixe-os em paz !

 



     Ok, depois de uma certa idade começamos mesmo a perceber que a vida não é nenhum comercial de margarina, enfim a chamada maturidade chega para todo mundo (ou ao menos deveria chegar! Será essa mais uma ilusão?) e finalmente você se dá conta de que não existem príncipes encantados, mulheres perfeitas que sabem lavar, passar, cozinhar,trabalham, dividem a conta, não reclamam de nada (nem do futebol ou do playstation) e ainda são boas de cama, estão sempre lindas, com as pernas depiladas e as unhas feitas. Outra verdade que você também irá conhecer é que  mesmo que você faça absolutamente TUDO certo, as coisas ainda assim podem sair errado, sim e mesmo você sendo uma excelente funcionária  provavelmente vai ser mandada embora quando voltar da licença maternidade, ou mesmo você tendo sido honesto a vida toda, pode vir e muito provavelmente levará, por isso mesmo, um golpe de algum trambiqueiro a espreita. E quantas e quantas vezes na vida não nos decepcionamos por esperar que a realidade seja diferente do que ela realmente é?
Pois bem é aqui que eu queria chegar, nesse lugar onde começamos a procurar os culpados, vamos alardear ahhh a maldita televisão, as novelas do Manoel Carlos, os filmes da Disney, os romances da sessão da tarde onde o adolescente cheio de espinhas acaba sempre com a líder de torcida linda e loira, meu amigo sinto em dizer, o ácido azeláico ainda é a solução e na minha adolescência eu tinha amigos que já sabiam disso!

     Então eu recomendo que parem de culpar uma tela acionada por controle remoto, conhecem aquela piada de que o defeito do computador está na pecinha em frente ao teclado? Eu concordo, não é a tv, somos nós, somos nós que interpretamos da forma errada, nós que preferimos nos iludir, fantasiamos, idealizamos e sofremos, sofremos muito por conta disso. Acontecesse que nem sempre essa escolha é consciente, às vezes a realidade se apresenta de forma tão cruel, que a fantasia não é nada mais que um refúgio,embora não seja um refúgio lá muito seguro…

    Mas já estou ouvindo as vozes dos sonhadores dizendo, poxa quer dizer então que eu não posso nem sonhar, eu diria pode e deve, mas mantenha os pés no chão, viver sonhando só vai fazer com que um dia você acorde no chão.

    Que tal então se parassemos de comprar ilusões? De esperar príncipes encantados, ganhar na mega-sena, promoções por mérito ou que o malandro do marido pare de jogar ou de beber?

     É hora de aceitar a vida real, os defeitos, os nossos, os dos outros e começar a trabalhar -nessa realidade-, melhor você já ir pensando não vai ser fácil, por que se for, ai sim valeu a pena se decepcionar.
     É só mudar o foco, a perspectiva, esqueça de vez a perfeição!

     Perceba a vida é bela com suas imperfeições, no final dificilmente dará “tudo certo” e algumas surpresas podem ser até  bem desagradáveis, mas no fim terá valido a pena ter escolhido enxergar as pedras no caminho, ao invés, de andar tropeçando as cegas por ai.

 



    Faz muito tempo que queria começar um novo blog, depois de várias tentativas frustradas de ressuscitar antigos projetos finalmente cheguei ao ponto em que queria. Um blog para falar do cotidiano, do dia-a-dia, das relações humanas, e o que mais estiver na minha “pauta”. Para quem pergunta se vou deixar a poesia de lado, eu respondo que não (nem por sonho) mas nesse momento preciso me reinventar, e acho que escrever sem me prender a um estilo somente já é um grande começo, então esperem por aqui muitas crônicas, críticas, desabafos, dicas, frases, etc.

   Para escolher o nome do blog busquei  inspiração em uma frase da Martha Medeiros, que está ao lado e fala sobre perfeição, sobre buscar fazer tudo certo, e quem já não tentou, hein? Em um outro momento quero falar mais sobre isso, sobre a busca da perfeição, e principalmente como ela afeta a nós mulheres, mas por hora só quero explicar o nome e a proposta do blog, sem mais delongas por hoje.

É hora de deixar fluir, é hora de se divertir !

Sejam bem vindos todos os (Im)perfeitos de plantão !



et cetera